Dicas, Vestuário

Linha do tempo de vestimentas: estabelecendo o período histórico do seu traje

As tendências de vestuário variavam muito na Idade Média?
Por quanto tempo uma peça era popular? 

Posso usar a mesma roupa de baixo com um vestido do século 11 e um do 12?

Essas são dúvidas comuns de quem está entrando no mundo da costura histórica medieval. Por isso, quero abordar neste texto um pouco da importância de estabelecer o período histórico do seu traje.

Você também vai saber mais sobre como alguns fatores contribuíram para que determinadas peças passassem (ou não) por muitas modificações ao longo dos séculos e como isso afeta a sua pesquisa. Bora lá?

Primeiro é preciso ter em mente que o termo Idade Média é utilizado como referência a um período histórico de mil anos. A própria noção de Idade Média também varia temporalmente de acordo com a região do mundo. 

Mas ok, vamos focar na dita Baixa Idade Média europeia… Ainda assim são quase quatro séculos, certo? É bastante tempo e as roupas mudaram ao longo desse período.

Ou seja, pesquisar a indumentária medieval para recriar vestimentas demanda fazer um recorte histórico e a partir daí montar um conjunto com peças que fazem sentido dentro desse contexto. Estabelecer o período do seu traje é um passo importante na costura histórica.

Isso significa que toda vez que eu fizer um vestido eu preciso criar uma túnica ou roupa de baixo específica para ele? Não necessariamente. Algumas roupas básicas permaneceram inalteradas ao longo de vários séculos. 

Dessa forma, uma smock (roupa de baixo feminina) do século 11 pode – dependendo do tipo de gola, por exemplo, – ser usada sob um vestido do século 13.

E isso não ocorre apenas com roupas íntimas. O próprio kirtle que na segunda metade do século 14 podia ser usado sob surcotes e cotehardies ou como vestido externo, no século 15 vira uma camada abaixo dos houppelandes e outros vestidos amplos. 

O historiador Carl Köhler pontua em vários momentos do seu livro História do Vestuário, como muitas peças permaneciam inalteradas ao longo dos séculos:

No século 11, as roupas femininas seguiam mais ou menos os mesmos estilos de períodos anteriores. As principais variações diziam respeito à sobreveste das classes altas, que foi aos poucos ficando mais curta. […]  No século 12, as mulheres continuaram a usar o mesmo estilo de roupa de baixo.

Hoses (meiões separados que serviam como “calça”) são comuns em toda a Baixa Idade Média. À esquerda um modelo do século 13 (‘The Rutland Psalter’ – 1260) e à esquerda um modelo do século 15 ( “Il gioco del civettino”, Giovanni di Ser Giovanni – 1450)

Roupas de trabalhadores x trajes da nobreza

O estilo das vestimentas e suas eventuais mudanças também variam bastante de acordo com o status social de quem usava essas peças. Vestidos de trabalho mudaram lentamente ao longo da Baixa Idade Média Europeia, portanto, sua perdurabilidade é maior.

Os trajes mais elegantes da nobreza mudavam com maior frequência e são mais datados, uma vez que seguiam não apenas questões de praticidade, mas também tendências de status e marcação social. 

The Très Riches Heures du Duc de Berry Fol. 6v (1410)

Roupas passadas de geração para geração

Se hoje as roupas são praticamente descartáveis (e milhares de toneladas de lixo têxtil são jogadas no ambiente) o mesmo não ocorria na Idade Média. As roupas eram usadas por muito mais tempo e passadas para a próxima geração. Além disso, peças danificadas eram remendadas ou tinham o tecido reaproveitado para fazer outras roupas. 

E não, isso não ocorria apenas entre as classes sociais mais pobres. Tecidos eram caros também para a nobreza, e as roupas eram consideradas itens de valor – muitas vezes listados entre os tesouros de alguém. 

Um exemplo de como vestimentas nobres também eram constantemente consertadas é o vestido dourado da rainha Margrete da Dinamarca. O vestido datado do início do século 15 e feito de um riquíssimo brocado de ouro sobre uma seda vermelha, está preservado na Catedral de Upsalla.  Ao longo das análises e estudos da peça, percebeu-se que a parte da frente da saia havia sido pisada e rasgada, e posteriormente reparada com dois remendos habilidosamente inseridos. 

Vestido dourado da rainha Margrete da Dinamarca
Statens Historiska Museum, Stockholm. Licença: Begrænset anvendelse

Como isso interfere na montagem de um conjunto?

O fato de que as roupas eram consertadas e passadas de geração para geração deve ser levado em consideração na hora de estabelecer o período histórico do seu traje.

Sarah Thursfield destaca em The Medieval Tailor’s Assistant que como as roupas permaneciam mais tempo na família, faz sentido que uma peça algumas décadas mais antiga seja utilizada no conjunto: 

É mais seguro optar por um estilo anterior: as melhores roupas provavelmente seriam usadas por pelo menos duas gerações e até mesmo roupas de trabalho poderiam ser passadas adiante.

Linha do tempo de vestimentas dos séculos 13, 14 e 15

O livro de The Medieval Tailor’s Assistant  traz uma pequena linha do tempo das vestimentas de 1200 até 1500. São noções bem gerais, mas que podem te ajudar a situar melhor temporalmente cada peça e saber se ela pode ser encaixar em um período maior. 

Clique na imagem abaixo para ampliar: 

“The garments and the period” – The Medieval Tailor’s Assistant (Sarah Thursfield)

Leia também: Dica de livro: The Medieval Tailor’s Assistant de Sarah Thursfield 

Referências:

[Livro] A história do Vestuário – Carl Köhler
[Livro] The Medieval Tailor’s Assistant – Sarah Thursfield
[Artigo] The Golden Gown of Margrete – forest.gen.nz

Confira aqui todas as referências usadas no blog.

Um comentário em “Linha do tempo de vestimentas: estabelecendo o período histórico do seu traje”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s